Classificação de recursos minerais e reservas de minérios (em parceria com UFRGS/DEMIN)| Treinamento

Aprenda os conceitos e metodologias mais utilizadas pela indústria mineira no que se refere à estimativa e classificação de recursos minerais; a analisar os impactos nas etapas posteriores de projetos mineiros (planejamento de lavra e definição de rota de processo) da avaliação de depósitos; a ilustrar a necessidade de conhecimento multidisciplinar e da experiência da equipe de estimativa e classificação de depósitos minerais.

A Geovariances orgulha-se de ser parceira do Departamento de Engenharia de Minas (DEMIN) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul para os cursos de geostatística em 2021. Este curso é parte do programa de pós-graduação que acontece anualmente, e é coordenado pelo Prof. Dr. João Felipe Coimbra Leite Costa, Professor do DEMIN da UFRGS. O programa abrange todos os aspectos da geoestatística usualmente aplicados à Mineração, desde técnicas lineares padrão até as técnicas multivariadas e não-lineares mais avançadas.

Os inscritos para o treinamento pela Geovariances utilizarão o Isatis.neo Mining Edition durante os exercícios práticos com o apoio dos consultores da Geovariances.

|Realização 100% online|

Objetivos

Gerais:

  • Compreensão de conceitos e metodologias mais utilizadas pela indústria mineira no que se refere à estimativa e classificação de recursos minerais;
  • Analisar os impactos nas etapas posteriores de projetos mineiros (planejamento de lavra e
    definição de rota de processo) da avaliação de depósitos;
  • Ilustrar a necessidade de conhecimento multidisciplinar e da experiência da equipe de estimativa e classificação de depósitos minerais.

Específicos:

  • Capacitar os alunos de pós-graduação em nível de mestrado e/ou doutorado a interpretar e validar dados geológico-mineiros típicos, oriundos de campanhas de prospecção por métodos diretos e/ou indiretos;
  • Habilitar os alunos a decidir quais os métodos mais apropriados para o tratamento dos dados, objetivando a estimativa de tonelagens e teores destes depósitos;
  • Classificar adequadamente os recursos minerais, em função da confiança geológica e da acuracidade das estimativas realizadas.

Contéudo do treinamento

  • Apresentação da disciplina. Cronograma da disciplina. Objetivos. Método de avaliação. Distribuição de trabalhos e seminários.
  • Conceitos básicos relacionados com a avaliação de depósitos minerais.
  • Objetivos e seqüência lógica para cálculo de recursos e elaboração de inventários de recursos e reservas.
  • Histórico dos códigos de classificação.
  • Métodos de estimativa e classificação.
  • Boas práticas relacionadas à elaboração de inventários de recursos e reservas.
  • Transferência de recursos para reservas: recursos dentro de projeto e otimização de cava a céu aberto
  • Transferência de recursos para reservas: projeto e viabilização de recursos subterrâneos (grade shells vs. desenvolvimento)
  • Construção da função benefício e valorização de blocos – custos de lavra a céu aberto e lavra subterrânea
  • Aplicação de sistemáticas de classificação em depósitos de: Bauxita (céu aberto); Ferro (céu aberto); Fosfato (céu aberto); Ouro (céu aberto e subterrânea)

Características

Aulas expositivas, aulas práticas com aplicação computacional.

As práticas serão realizadas com o Isatis.neo Mining Edition para fixação dos fundamentos teóricos.

A quem o curso é destinado

Este curso é destinado à geólogos, engenheiros e outros profissionais que buscam um conhecimento teórico e prático da geoestatística aplicada à industria mineral.

Instrutor

João Felipe C.L. Costa, MSc, PhD (jfelipe@ufrgs.br).

Preço

Sob consulta.